Constelações Familiares

                  "O que se cala na primeira geração, a segunda o leva no corpo"    

Francoise Dolto - Psicanalista

 

As Constelações Familiares pode ser considerada uma Terapia Sistêmica Fenomenológica. Foi desenvolvida na Alemanha por Bert Hellinger e atualmente denomina-se Hellinger Sciencia® ou a Ciência dos Relacionamentos Humanos

Uma terapia breve que traz à luz, de forma rápida, as dinâmicas dos relacionamentos existentes em qualquer sistema: individual,  familiar e empresarial e outros.

Sua aplicabilidade atende a inúmeras questões, nas formas terapêuticas atende aos conflitos de relacionamento familiar, de casais, saúde e profissão. Nas questões empresariais pode ser usada como coaching sistêmico, gestão, consultoria, negociações, mediação assim como, escolha de produtos e equipes.  

Com uma única interferência mostra as imagens das conexões ou vínculos formados entre as partes envolvidas e promove imediatamente um movimento de harmonização nestes vínculos. Embora ofereça uma intervenção pontual e breve seu resultado e ressonância de ação  consegue uma abrangência de meses a anos no processo de re-organização interna e sistêmica. Ou seja, com o trabalho sistêmico das constelações o sistema como um todo se beneficia

Sua utilização terapêutica pode ser realizada em grupos ou individualmente. Sua prática permite observar e verificar as dinâmicas implícitas em qualquer interação entre o indivíduo e suas questões; pessoais ( saúde, relacionamento, decisão, emprego, escolha, etc..) e suas questões familiares e profissionais, gerenciais (setores da empresa, produtos, sociedade, etc..)

Algumas dinâmicas permanecem ocultas para o cliente por fazerem parte dos sistemas mais amplos que o sistema individual e se mostram através de impedimentos na vida atual da pessoa. A estas dinâmicas impeditivas do sucesso e da felicidade, denominamos "emaranhamentos sistêmicos".

Como terapêutica, orienta-se na busca de soluções, através das "ORDENS DO AMOR". Termo utilizado por Bert Hellinger para as Leis dos Relacionamentos Humanos. São soluções que buscam harmonizar os vínculos através de movimentos resgatadores nas estruturações sistêmicas positivas e que devem estar em consonância com os 3 princípios básicos propostos: pertencimento ao sistema, equilíbrio na compensação entre o Dar & Receber e a Ordem ou, hierarquia dos sistemas.

Estes três princípios básicos encontram-se dentro de três esferas de consciência ou três campos de abrangência da consciência: a consciência pessoal, a consciência sistêmica e a consciências universal ou espiritual. 

A consciência pessoal é moral e gerida pela culpa e inocência, uma consciência arcaica geradora de expiação e fracassos. A consciência sistêmica, uma consciência que abrange o sistema como um todo, zela pertencimento e pela ordem e, para isso, baseia-se na inclusão de tudo e de todos. A consciência Universal ou consciência espiritual, abrange uma esfera maior e se localiza além do certo e do errado, do bom ou ruim, é a consciência do amor e zela pela reconciliação.

 

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull||image-wrap|news login c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||